Faça você mesmo suas as máscaras de tecido e se proteja do COVID-19

Máscaras de tecido: como fazer para se proteger contra a Covid-19

Com o aumento de casos de Covid-19 pelo Brasil e o mundo, foi necessário buscar algumas alternativas de imunização, como o uso de máscaras para sair de casa. O problema é que isso gerou uma grande demanda da população pela máscara descartável, o que para os profissionais de saúde é um grave problema, pois ocasiona a escassez desse material, deixando-os totalmente vulneráveis ao vírus.

Dessa forma, as autoridades e profissionais de saúde tomaram uma decisão de muita coerência, estimulando a população a usar máscaras de tecidos, que por sua vez, podem ser feita em casa. Veja as recomendações do Ministério da Saúde em nosso outro post, clicando aqui.

De acordo com as regras do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), foi preparada uma cartilha com instruções para a confecção de três modelos de máscaras.

A recomendação do CDC é utilizar um tecido de algodão resistente, como aqueles utilizados em camisas ou lençóis, pois tecidos muito finos podem não ter efeito. Confira o passo a passo:

Opção 1 (usando máquina de costura)

1. Recorte dois retângulos de 25 por 15 centímetros de tecido de algodão. Coloque um em cima do outro e costure-os juntos. Deixe a estampa aparecendo, se quiser.

(Imagem: CDC)

2. Agora é hora de dobrar as barras para dentro (deixando a estampa para fora). Do lado maior, dobre 0,6 cm para dentro. Do lado menor, dobre 1,2 cm para dentro. Depois disso, costure as pontas da barra – Lembre-se de deixar espaço para transpassar os elásticos da máscara.

(Imagem: CDC)

3. Pegue dois elásticos, com aproximadamente 18 cm de comprimento, e passe cada um em uma das barras mais largas da máscara. Estes são os espaços para as orelhas. Amarre bem as pontas dos elásticos (caso não tenha linha ou elástico de costura, use uma faixinha ou elástico de cabelo).

4. Puxe com cuidado o elástico para que os nós fiquem por dentro da barra. Certifique-se de que o tecido esteja apertado, mas confortável, cobrindo sua boca e seu nariz. Em seguida, costure firmemente o elástico no lugar para evitar que ele escorregue. Pronto!

(Imagem: CDC)

Opção 2 (sem máquina de costura)

1. Recorte a barra de uma camiseta certificando-se de que o tecido tenha ao menos 18 cm de altura

2. Desse pedaço cortado, recorte um retângulo de aproximadamente 15 cm de altura a partir de um dos extremos do tecido, deixando tiras em cima e embaixo de aproximadamente 1 cm cada uma. A parte que sobrar será utilizada para cobrir seu rosto. Depois disso, corte ao meio as duas tiras para criar um amarril

3. Use o retângulo para cobrir o nariz e a boca (a parte mais larga deve estar na horizontal). Então, faça um nó com as alças superiores no topo da cabeça, deixando-as firmes. Depois, faça um nó com as alças inferiores em seu pescoço.

(Imagem: CDC)

Opção 3 (sem máquina de costura)

1. Corte um filtro de café ao meio, descartando a parte inferior (fechada).  

2. Pegue um pedaço de tecido quadrado com lados de aproximadamente 50 centímetros. Dobre-o ao meio.

3. Com o tecido dobrado ao meio, coloque a parte superior do filtro de café bem no centro do tecido. Dobre o tecido que sobrou, cobrindo o filtro. Faça o mesmo com a parte inferior.

(Imagem: CDC)

4. Pegue dois elásticos (podem ser de cabelo) e passe o tecido por dentro deles. É importante que a distância entre os elásticos seja de ao menos 15 centímetros.

5. Dobre o tecido que sobrou ao lado do elástico de modo a cobri-lo. Faça o mesmo com o outro lado.

6. Certifique-se de que você tem um retângulo com 18 centímetros de altura por 25 de comprimento.

7. Coloque cada elástico ao redor de uma orelha e certifique-se de que sua boca e seu nariz estão protegidos. Pronto!

(Imagem: CDC)

Lembretes importantes

Os especialistas ressaltam a importância de utilizar tecidos resistentes para a fazer as máscaras caseiras. É essencial se atentar às orientações de confecção: só cobrir o rosto com um tecido que não seja o indicado, por exemplo, não é o suficiente para proteção.

Além disso, é preciso estar atento ao quão desgastados esses tecidos estão. As máscaras de tecido após diversas lavagens se deterioraram e perdem a eficiência, por isso devem ser substituídas após, em média, 6 meses.

O tempo indicado de uso da máscara de tecido sem troca é de 2 horas, por isso, esteja sempre com mais de uma disponível.

Higienização

Outra questão importante em relação às máscaras de tecido é sua higienização constante. De acordo com os especialistas, é preciso lavá-las com água e sabão após cada uso. Também é preciso ter muita atenção para que, durante a limpeza, o usuário não coloque as mãos nos olhos e na boca.

Além disso, sempre que você perceber que a máscaras de tecido está úmida, é sinal de que ela precisa ser trocada.

Por fim, os profissionais de saúde ressaltam que utilizar a máscara de tecido não basta para a prevenção de contágio pelo novo Corona Vírus. É essencial praticar o distanciamento social e higienizar as mãos constantemente.

A Sixtini Camisaria sempre faz parte das ações que visam amenizar impactos no âmbito social, e neste momento não é diferente. Além da produção de camisas sociais, estamos produzindo máscaras de tecido para atender a todos: pessoas e empresas.

A mesma qualidade que se vê em nossos produtos, você tem nas máscaras, tudo para auxiliar no combate ao COVID-19.

Vejas as vantagens das nossas máscaras:

Máscaras de tecido tricoline dupla camada reutilizável para uso individual.

  • Não são descartáveis
  • Produto 100% nacional
  • Feitas de tecido 73% algodão e 27% poliéster para camisaria
  • Elásticos laterais de 20 cm
  • 3 pregas para melhor ajuste
  • Cobertura em uso: 18cm altura x 18cm largura
  • Vendida em kits

Para saber mais sobre nossas máscaras de tecido, acesse bit.ly/sixtini-mascara ou chame-nos no Whatsapp (19) 99684-6042.

Você pode gostar de: